Metaverso na indústria: sua empresa precisa se preparar?

Certamente você já ouviu falar no Metaverso. Porém, você sabe exatamente o que é o Metaverso, como ele funciona, e de que maneira ele impacta as empresas e as indústrias? Será que você enquanto gestor ou empreendedor já precisa se preocupar com ele?

De acordo com a IDC FutureScape, 70% dos fabricantes globais de manufatura discreta irão oferecer produtos conectados e inteligentes, aumentando a necessidade de novos recursos da cadeia de suprimentos digital.

Portanto, quanto antes você preparar sua indústria para o Metaverso, melhor. Isso porque ele está mudando a forma como as pessoas interagem, compram, trabalham, usam a internet e se divertem. Além disso, o Metaverso já oferece diversas vantagens para a tecnologia industrial, e a tendência é que ele se torne cada vez mais necessário.

Entenda melhor sobre o que se trata o Metaverso e como preparar seu negócio na continuação deste artigo!

Metaverso: união de tecnologias em um ambiente virtual

O termo tornou-se mais popular recentemente, quando foi anunciado que a empresa que detém o Facebook, o Instagram e o Whatsapp passaria a se chamar Meta – uma referência clara ao Metaverso.

Entretanto, ele já existe há algum tempo. Trata-se basicamente de um ambiente virtual compartilhado por pessoas que querem interagir. A ideia principal do Metaverso é replicar a realidade através de dispositivos digitais e integrar os mundos virtuais e físico. Isso, porque para acessá-lo atualmente é necessário o uso de celular ou dos óculos de realidade virtual.

Na realidade o Metaverso não tem uma definição concreta, mas pessoas do setor tecnológico dizem que é uma junção de várias tecnologias, como realidade aumentada, realidade virtual, inteligência artificial, internet das coisas, blockchain, criptomoeda, entre outras.

Pode parecer algo complexo e demasiado futurístico, mas o Metaverso é muito mais prático do que se pensa. Vamos dar alguns exemplos ao explicar o que são a realidade virtual e a aumentada, que estão muito presentes no nosso dia a dia.

O que é Realidade Virtual?

Realidade virtual (VR) é algo que te leva para um novo ambiente, um lugar virtual 100% criado pelo computador. O acesso é feito por meio de uns óculos especiais de imersão (como o Óculus Rift por exemplo), que permite ter a sensação de estar dentro de um jogo, um cenário ou até simular experiências como a de pilotar um avião. A ideia é tirar o usuário do mundo real durante a experiência.

O que é Realidade Aumentada?

A realidade aumentada (AR) projeta conteúdos e informações complementares (como imagens, gráficos e personagens) no mundo real. Isso quer dizer que o usuário visualiza, através da sua câmera de celular ou computador, o mundo real a sua frente, mas com algum elemento adicional do mundo virtual.

A ideia é fazer parecer que tal elemento está de fato presente no ambiente real. Alguns exemplos de sucesso são o Pokemon Go e os filtros de rosto do Instagram. Não há a necessidade do uso de um dispositivo especial (apenas o celular), porém já existem alguns dispositivos dedicados, como o Google Glass.

É importante estar de olho nessas tecnologias. Segundo analistas da Goldman Sachs, até 1,35 trilhão de dólares serão investidos no desenvolvimento de AR e VR nos próximos anos.

Metaverso nas empresas

O Metaverso pode parecer um avanço tecnológico focado apenas em jogos e entretenimento. Porém, ele já vem sendo usado nas empresas para facilitar e melhorar o ambiente de trabalho e certas atividades.

Algumas companhias têm realizado suas reuniões usando a Realidade Virtual e avatares ao invés das chamadas de vídeo, para tornar a experiência um pouco mais próxima. Recentemente, o Bill Gates disse que dentro de dois ou três anos a maioria das reuniões deve acontecer dessa forma, dentro do Metaverso.

Vantagens do Metaverso para o setor industrial

Além de ser útil no ambiente empresarial, o Metaverso vem sendo usado nas indústrias por apresentar diversos benefícios para a tecnologia industrial. Entenda abaixo.

1 – Gêmeos digitais

Uma das grandes inovações que o Metaverso trouxe, e que representa um enorme benefício para a indústria, é o conceito de gêmeo digital. Gêmeos digitais são réplicas tridimensionais de itens reais dentro do ambiente virtual, como por exemplo uma máquina, uma peça, ou um equipamento.

Com isso, fabricantes podem realizar a manutenção de equipamentos, como motores ou turbinas de maneira muito mais eficiente e sem prejudicar o equipamento ou o operador. Além disso, é possível fazer:

– Monitoramento e análise do item
– Prever e corrigir erros e problemas
– Testes constantes com o item
– Otimização da produtividade

Os gêmeos digitais na indústria também proporcionam a redução dos acidentes de trabalho, a economia de recursos e de energia. Eles são muito importantes no setor industrial e já vem sendo usados por grandes fabricantes.

2 – Testes diversos e decisões mais acertadas

O Metaverso está possibilitando o aperfeiçoamento e a modernização do campo da simulação. Tais simulações permitem que os fabricantes testem milhões de possibilidades e situações para seus ecossistemas, e então escolham a melhor estratégia para sua empresa. Tudo isso representa um grande avanço na tecnologia industrial, ganho de tempo e economia de recursos. 

3 – Previsão do futuro: vantagem estratégica

Outra grande vantagem do Metaverso na indústria é a capacidade de prever resultados das situações de ampliação e redimensionamento a curto, médio e longo prazo. Isso significa que os gestores podem entender como seria o reflexo da aplicação de determinados cenários até nas próximas décadas. Isso proporciona uma grande vantagem competitiva para a indústria.

4 – Otimização da automação industrial

As simulações contínuas possibilitam também otimizar e automatizar as instalações industriais de maneira econômica. O Metaverso impacta principalmente o setor de automação industrial. Com ele é possível, por exemplo, testar como se comportará determinado carro mediante situações meteorológicas diferentes, ou sob diferentes terrenos. Também facilita a melhoria nos quesitos de segurança e facilidade de uso dos equipamentos.

O Metaverso aplicado na indústria hoje

Há pouco tempo inaugurou na Coreia do Sul uma das primeiras fábricas virtuais que utiliza a tecnologia do Metaverso em suas operações de maneira ampla. Nela, é possível usar óculos de realidade virtual para utilizar as máquinas e observar o processo de fabricação de parafusos de plástico. A fábrica virtual permite que o operador mude alguns ajustes, como a pressão da máquina de moldes por injeção ou a velocidade do processo de produção, sem necessidade de parar o maquinário.

Uma grande fábrica de carros alemã também já está implementando uma tecnologia similar em uma das suas fábricas. Ela simula robôs e trabalhadores humanos que fabricam motores de transmissão para veículos elétricos. Isso traz um maior nível de segurança durante os testes, porque é possível simular situações potencialmente perigosas sem prejudicar nenhum trabalhador ou equipamento.

Empresas do setor de eletro e eletrônico realizam manutenções de usinas de energia dentro de uma plataforma virtual, onde podem inclusive prever problemas e agir a tempo.

Como preparar minha indústria para o Metaverso?

O Metaverso e as novas tecnologias industriais estão revolucionando a colaboração virtual entre equipes e a manutenção de equipamentos nas fábricas. Por isso, é fundamental que as empresas estejam preparadas para essa nova realidade, que irá mudar totalmente a forma de se trabalhar e produzir dentro de alguns anos.

Para estar preparada para uma mudança rápida amanhã, é necessário que a indústria tenha uma gestão forte e eficiente hoje. Dessa forma, ela será capaz de se adaptar rapidamente e acompanhar os avanços.

Além disso, é necessário garantir que os equipamentos e as ferramentas de gestão estejam o mais atualizados possível. Especialistas apontam que alguns elementos serão fundamentais num futuro próximo, como melhores hardwares, softwares e interfaces. Portanto, sistemas de computadores precisam ser modernos e robustos para acompanhar os avanços.

Por isso, o recomendável é implantar um sistema de gestão inteligente, integrado, e com dados em nuvem, além é claro de investir em equipamentos seguros e modernos e de adotar estratégias competitivas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =

Converse conosco

Quer um orçamento ou deseja entender como o ERP da SAP vai ajudar sua empresa?

Preencha com seus dados e nossa equipe entrará em contato.